A FLOR DO LÁCIO É VADIA Convidado


“A Flor do Lácio é Vadia” tem a ótima narração de Jomard Muniz de Brito enquanto a câmera percorre as ruínas do Forte Orange, em Itamaracá, no litoral pernambucano. O texto fala direto com o espectador, como fazia Godard na sua fase militante. “O cinema comporta discursos desde que o país seja o Brasil”, diz o texto. “O Brasil da Rede Globo não confere com o original”. As possíveis ironias da mensagem só aumentaram com o tempo. Filmado nas ruínas do Forte Orange, na ilha de Itamaracá, Pernambuco.
Direção: Geneton Moraes Neto
Duração: 6min
UF/Ano: PE/1978
Classificação Indicativa: 14 anos
Equipe: Montagem: Geneton Moraes Neto. Locução: Jomard Muniz de Brito

Contato: Cinemateca Pernambucana - cinematecapernambucana@gmail.com

PROGRAMAÇÃO


(informações fornecidas pelos filmes no ato da inscrição online)