O Olhar Triste Convidado


Depois de Profissão Travesti, realizado na década de 1980, O Olhar Triste é o segundo trabalho de Olívio Tavares de Araújo tratando especificamente de seres humanos em situação limite. Desta vez são doentes de Aids, que falam livremente de sua situação, de sua total falta de perspectivas e de seu enfrentamento próximo com a morte. Na época, ser portador do vírus Hiv era uma condenação fatal. Na estreia do filme, apenas dois de seus mais de vinte personagens continuavam vivos. Hoje existe um coquetel de remédios que praticamente transformou a Aids numa doença crônica. Mas quando o filme foi feito, ela aparecia como a grande maldição do final do século XX – maldição como, outrora, a Gripe Espanhola e, mais recentemente, o Ebola, na África. Distinguia-se, porém, deste último por afetar populações do dito primeiro mundo. Não estava lá longe, confinado à miséria e à falta de condições sanitárias. Era um mal universal, espalhado por todas as raças e classes. De qualquer forma, no Brasil – como sempre – os problemas dos pobres são muito diferentes dos problemas dos ricos. O filme O Olhar Triste fala dos primeiros. “Araújo percebeu ser impossível abordar o tema no Brasil sem levar em conta a realidade terceiro-mundista, miserável, que se torna um intrincado complicador da questão. As imagens de O Olhar Triste transbordam Brasil por todos os cantos, como se a realidade social e econômica invadisse a tela e contaminasse qualquer tentativa de controle da Aids”, como bem observou Marcelo Castilho Avellar no jornal Estado de Minas de 29/10/1995. Em 1996, O Olhar Triste foi um dos dois filmes brasileiros selecionados para o Festival International de Programmes Audiovisuels de Biarritz, França, ao lado de Socorro Nobre, de Walter Salles.
Direção: Olívio Tavares de Araújo
Duração: 53min
UF/Ano: SP/1996
Classificação Indicativa: 14 anos
Equipe: Produção: Renato Bulcão / Direção de Produção: Ulisses Pereira / Câmera: Wladimir Miranda, Olívio Tavares de Araújo, Alexandre Cury, Milton Araújo / Equipe Técnica: André Palluch, Jeffrey Worthington, José dos Santos Castro, Maria do Carmo Sormani

Contato: Olívio Tavares de Araújo - otda@uol.com.br

PROGRAMAÇÃO


(informações fornecidas pelos filmes no ato da inscrição online)



CATÁLOGO
MFL 2018

PROGRAMAÇÃO CINECLUBES LIVRES

JULHO

D S T Q Q S S
1 2 34 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
1516 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

AGOSTO

D S T Q Q S S
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
2627 28 29 30 31