MFL 2012

 

 

Ministério da Cultura e Banco do Brasil apresentam Mostra do Filme Livre, projeto que abre espaço para a produção audiovisual independente e exibe obras feitas em todos os suportes, formatos e gêneros, inéditos ou não, das mais variadas épocas.

Em 2002, quando a mostra surgiu, a maioria dos festivais não exibia filmes em super-8 ou VHS. Nesse período de pré-crescimento da web como força midiática popular (antes dos grandes buscadores e das redes sociais), a mostra apostou na mistura de formatos em uma mesma sessão e incentivou o trabalho de cineastas experimentais, dando visibilidade a milhares de filmes de todo o Brasil. Atualmente, este “novíssimo” cinema brasileiro agrega diversos coletivos e ações de realizadores espalhados por todo o Brasil e, independente dos custos, continua em expansão de forma criativa, seja pelo vídeo, internet ou formas ainda mais alternativas.

Neste ano, além de Rio de Janeiro e São Paulo, a mostra também será realizada em Brasília, ampliando o seu alcance e oferecendo aos realizadores e ao público a oportunidade de conferir uma seleção de filmes produzidos de maneira independente e nos mais variados suportes.

Centro Cultural Banco do Brasil

 

Menos GLAMOUR e mais CINEMA!!!

“Da vida tudo se leva”

No cinema e na vida são muitos os caminhos. A MFL quer potencializar filmes mais amorosos do que lucráticos. Desde sempre no mundo brasileiro há gente de todas as idades e cores criando artes visuais e/ou plásticas das mais variadas formas, graciosas e/ou estranhas, importantes e duráveis ou sem raiz e quase natimortas. Sem lembrar as que se vendem ao capetalismo como se fossem refrigerante. Ok, cinema é indústria e como tal alimenta milhares de bocas e sonhos mundo adentro, mas aqui isso não importa, cinema aqui não quer ser apenas um sucesso de investimento, busca outros lucros assim como os rupestres cavernosos buscavam a permanência de seus rastros.

Com o digital, a sociedade vem se modificando em crescente velocidade, num processo de informatização de tudo. Com isso, a graça passa a ser usar tal situação única em nossa história para
incrementar as condições de vida e acesso das pessoas ao que importa, seja informação de qualidade
ou filmes relevantes, que não reproduzam apenas o já visto e daí sabido. E aqui a graça épensar em como esse panorama influencia no  fazer filmes, do porquê se tem feito tanto e comotal produção escoa e ecoa. No caso da MFL, a gana é a de projetar centenas de filmes de todos os tipos e lugares, numa miscelânia de enredos audiovisuais que retratam o que se tem feito sem apoio estatal direto (como 90% dos filmes que passamos), ou seja, independentes.

Esse é o foco, a meta a cada edição: mostrar que há vida inteligente sem editais e/ou patrocínios, e mesmo com eles. E quando homenageamos um artista como Edgard Navarro situamos bem o espírito dos filmes que queremos passar e, assim, ser. Pela décima primeira vez no Rio, segunda em São Paulo e primeira em Brasília, a MFL aposta num mundo mais plural, coletivo, com mais oportunidades para mais filmes.    

Guiwhi Santos

 

 

Este ano a MFL recebeu, em 45 dias, 801 inscrições, destes, 181 foram selecionados pela curadoria. Os dados abaixo foram fornecidos pelos filmes na ficha de inscrição.

Dos 801 filmes inscritos apenas 15%, 114 filmes, tiveram apoio estatal na sua realização. Também foi pequeno o número de filmes com CPB, Certificado de Produto Brasileiro, emitido pela ANCINE, apenas 148 t ítulos. Os filmes inscritos mais antigos são de 1968, 1977 e 1988. A soma do custo de produção dos filmes inscritos foi de R$ 4.022.842,00, custo médio por filme de R$ 5.030,00. Destes, 363, ou 45%) tiveram custo de produção inferior a R$ 100,00. O valor total usado para a realização dos filmes selecionados foi de R$ 1.195.081,50 . De filmes inéditos tivemos 232 inscritos e 38 selecionados.

Desde 2002 a MFL exibiu 2.500 filmes para um público superior a 39.000 pessoas. Em 2012 a expectativa é atingir 10 mil pessoas nas sessões do evento no Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo, nos cineclubes parceiros e nas atividades paralelas. Uma seleção, com cerca de 150 títulos, entre curtas e longas, será exibida nas salas de cinema e vídeo dos espaços que sediarão o evento.

Valoração na Mídia (em matérias que foram publicadas em jornais/revistas e veiculadas em canais de TV) desde a primeira MFL: R$ 4.150.000,00.
Quantidade de Inscrições/Seleção de filmes por UF: 249/49 do RJ , 191/33 de SP , 73/27 de MG, 55/13 da BA, 38/12 do PR , 36/7 do RS ,32/7 de PE ,25/8 do DF 21/11 do CE, 13/1 do PA, 12/0 de SC, 11/3 de GO, 11/5 da PB, 8/2 do ES, 7/2 do AC, 6/0 do RN, 5/1 do AM, 3/0 de SE, 2/0 de AL, 1/0 do MT, 1/0 do PI. Destaque positivo para o Ceará, com 11 selecionados de 21 inscritos, e negativo para Santa Catarina, com nenhuma seleção dos 12 inscritos.

 

Sedes da MFL 2012

 

Rio de Janeiro
1 a 22 de março de 2012


Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro
Local: Cinema I e 2 (102 e 50 lugares) | Entrada franca
Classificação indicativa: de acordo com a sessão.
R. Primeiro de Março, 66 - Centro | (21) 3808 2020
www.bb.com.br/cultura | www.twitter.com/ccbb_rj
 

Brasília
27 de março a 13 de abril de 2012
 

Centro Cultural Banco do Brasil – Brasília
Local: Cinema | Entrada franca
Classificação indicativa: de acordo com a sessão.
SCES, Trecho 2, Conj 22 | www.bb.com.br/cultura
www.twitter.com/ccbb_df | facebook.com/ccbb.
brasilia
 

UnB
Entrada franca | 90 lugares
CC Norte - Centro Universitário Darcy Ribeiro - Bloco A
Faculdade de Comunicação | Auditório FAC

 

São Paulo
4 a 22 de abril de 2012

Centro Cultural Banco do Brasil - São Paulo
Local: Cinema (70 lugares) | Entrada franca
Mediante retirada de senha com 1h de antecedência.
Classificação indicativa: de acordo com a sessão.
R. Álvares Penteado, 112, Centro
Próximo às estações Sé e São Bento do Metrô
(11) 3113 3651 | (11) 3113 3652
www.bb.com.br/cultura
www.twitter.com/ccbb_sp | www.facebook.com/ccbbsp
 

Matilha Cultural
Dia 22-04 – Sessão Oficinando e de Encerramento
Rua Rego Freitas, 542 – São Paulo
Tel.: (11) 3256-2636
Wi-fi grátis

 

Circuito de Cineclubes

ASCINE-RJ

Coletivo Fora do Eixo

 

 

 

 







2002 - 2012 MFL | Mostra do Filme Livre | Todos os direitos liberados | Design Cria da Casa Estúdio | Tecnologia Rivello/Menta | Produção WSET Multimídia